A renovação refletiu vontade do eleitor, que é quem decide, diz Rogério Quadros


- Por: Redação 1

A renovação refletiu vontade do eleitor, que é quem decide, diz Rogério Quadros
Rogério Quadros afirma que o trabalho desenvolvido no primeiro mandato foi o fator que mais facilitou a reeleição

O vereador Rogério Jorge dos Santos Ferreira de Quadros (PTB) recebeu, no último dia 15 de novembro, 1.699 votos e garantiu a reeleição para o segundo mandato na Câmara de Foz do Iguaçu. De um total de 15 parlamentares, apenas ele e outra colega conseguiram o feito de "voltar das urnas" este ano. A renovação, acima de 87%, refletiu a vontade do eleitor, que é quem decide, afirmou em entrevista ao GDia.

Natural de Foz do Iguaçu, Rogério Quadros chegou ao primeiro mandato em 2016 com 2.010 votos pelo mesmo partido. Ele já havia disputado o cargo em duas oportunidades (2008 e 2012) e, nos dois primeiros anos de atuação, se elegeu presidente do poder legislativo (2017/2018). O parlamentar é policial civil, formado em Direito com especializações em Segurança Pública e já atuou na Promotoria de Investigação Criminal e no Gaeco.

Sobre a reeleição, Rogério disse que esta é sempre mais difícil. "Até porque o eleitor cobra quais foram as ações desenvolvidas no mandato. Mas acreditamos que desenvolvemos um bom mandato, atendendo as necessidades de nossa população, e com isso nos deram mais uma oportunidade para continuar", ressaltou.

O fator que mais contribuiu para receber um segundo mandato, na avaliação do parlamentar, foi o reconhecimento do trabalho desenvolvido. "Por outro lado, o número elevado de candidatos, acredito que tenha sido a maior dificuldade na campanha", disse. Este ano, aproximadamente 360 disputaram as 15 cadeiras do legislativo iguaçuenses - 24 por vaga.

Vontade do eleitor
De acordo com Rogério, a primeira eleição sem as coligações proporcionais acrescentou um fator novo este ano, que também refletiu na renovação expressiva da Casa de Leis. "Com certeza foi um dos fatores que contribuíram. Mas a renovação contou muito com a vontade do eleitor pela renovação. É o eleitor que determina esta mudança".
O parlamentar reeleito disse que a população de Foz do Iguaçu pode esperar "e ter certeza" que será um mandato em favor do cidadão, buscando atender a todos. "(Será) um mandato popular e participativo, e estaremos ao lado do executivo nos temas que atendem a nossa população", frisou.

Pandemia
A experiência dos quatro anos do atual mandato, vai contribuir para uma boa atuação na próxima legislatura, que será bastante atípica. "Teremos agora uma tarefa difícil em virtude da pandemia. Vamos buscar o restabelecimento do crescimento econômico e olhar com uma atenção ao setor turístico, pois é o pilar de nossa economia".

Em relação ao número de assessores (cada parlamentar tem quatro), Rogério Quadros disse que os mesmos são importantes para o desempenho das funções do vereador. "Nossa cidade é grande, não podemos tratar de qualquer maneira, e sem uma equipe dando o suporte ao vereador fica difícil atender a nossa população".

Sobre os gastos do legislativo, Rogério lembra quando foi presidente da Casa. "Conseguimos economizar aos cofres públicos mais de R$ 8 milhões, e a cada gasto teremos que analisar, pesquisar, e verificar se há necessidades", frisou.
Este ano, em função da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), Foz do Iguaçu entrou numa das maiores crises econômicas de sua história. Indagado se tem um projeto para ajudar na retomada econômica, o parlamentar disse que é preciso "buscar entendimentos entre o executivo e os atores envolvidos com o turismo, para fomentar o mais rápido possível. Isso, neste momento, é o primordial", completou.

Ronildo Pimentel
Foto: arquivo

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas