Com leitos lotados, Foz do Iguaçu vive pior momento da pandemia Covid-19


- Por: Redação 1

Com leitos lotados, Foz do Iguaçu vive pior momento da pandemia Covid-19
Sistema público de saúde de Foz do Iguaçu passa pelo pior momento desde o início da pandemia

Foz do Iguaçu está passando pelo pior momento sanitário desde o início da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), em meados de março do ano passado. O índice de ocupação de leitos exclusivos para pacientes com a doença está perto de 100% (no Hospital Municipal estão todos ocupados). A situação é crítica em todas as cidades polo do Oeste e Sudoeste, com o sistema de saúde pública próximo de colapsar.
A rede de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e de Enfermaria é formada pelo conjunto dos hospitais Municipal Padre Germano Lauck e Ministro Costa Cavalcanti. Nesta segunda-feira (22), das 95 UTIs disponíveis, 86 estavam em utilização (90,5%). 
As unidades de Enfermaria, que são 74 disponíveis, estavam todas lotadas até o fechamento da edição. Dos 160 pacientes internados, 98 são confirmados pra Covid-19 residentes em Foz do Iguaçu e o restante ou está em análise ou são moradores de outros municípios.

Mais casos e óbitos
A Vigilância Epidemiológica confirmou ontem, 134 casos de Covid-19, totalizando 24.846 casos da doença, perto de 10% da população do município. Deste total, 23.806 pessoas já estão recuperadas. Dos novos testes positivados, 74 são de mulheres e 60 de homens, com idades entre nove meses e 81 anos. 
Dos 134 novos casos, 129 encontram-se em isolamento e cinco internados. Dos casos confirmados, 543 estão em isolamento domiciliar, com sinais e sintomas leves, e 114 pessoas estão internadas.

Foz do Iguaçu registrou mais três óbitos em consequência da Covid-19, totalizando 383 mortes pela doença. As mais recentes vítimas são uma mulher e dois homens. A mulher de 55 anos estava internada no Hospital Costa Cavalcanti, e os dois homens, de 74 e 78 anos, estavam internados no Hospital Madre de Dio (São Miguel do Iguaçu) e Hospital Municipal Padre Germano Lauck.

Ronildo Pimentel

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas