Depois de décadas, imóveis do Corpo de Bombeiros estão sendo regularizados


- Por: Redação 1

Depois de décadas, imóveis do Corpo de Bombeiros estão sendo regularizados
Posto de Bombeiros Maracanã é um dos três imóveis que serão regularizados


Em Foz do Iguaçu, os vereadores aprovaram na terça-feira, 8 de junho, o Projeto de Lei nº 23/2021 de autoria do Poder Executivo, que trata da regularização da cessão de uso de terrenos e imóveis do município ao 9º Grupamento do Corpo de Bombeiros. Em pronunciamento na tribuna, o vereador Rogério Quadros (PTB), vice-presidente da Casa de Leis, ressaltou o apoio de todos os vereadores e a atuação da Comissão de Legislação, Justiça e Redação, que ele preside. A aprovação do projeto atende a uma exigência legal, resolvendo a questão burocrática dos espaços que se arrastava havia décadas.
No decorrer da análise técnica do projeto dentro da comissão, formada também por Anice Gazzaoui (PL) e Dr Freitas (PSD), o vereador Rogério visitou os locais para conhecer os espaços e assim fundamentar o parecer favorável da Comissão, que norteou a votação em plenário. A proposta enviada pelo prefeito Chico Brasileiro (PSD), foi aprovada por unanimidade. Soldados e representantes do comando do Corpo de Bombeiros acompanharam a votação do projeto.
Três unidades estão sendo regularizadas  
A regularização inclui três imóveis de propriedade do município cedidos à corporação: o Posto de Bombeiros Maracanã, localizado na região central; o Posto de Bombeiros São Francisco, localizado no Bairro Morumbi II; e também o Centro de Treinamento Aquático, localizado no Jardim Santa Rosa.
“O Corpo de Bombeiros foi implantado no município em 1975 e de lá pra cá foi crescendo e surgindo novos locais de atendimento e serviços como o Siate, Salva Vidas, Combate a Incêndios. São inúmeras atividades desenvolvidas em prol da coletividade”, disse Rogério Quadros.
O presidente da CLJR afirmou que nas visitas aos locais verificou que foi um investimento muito grande nessas instalações, de infraestrutura, maquinários, viaturas e principalmente de profissionais que atuam na área. Era necessária a aprovação do projeto para que esses locais possam receber mais investimentos do Governo do Estado e até da União, formar novas parcerias e convênios. 
Anice Gazzaoui completou: “Fico muito feliz de participar da Comissão e de ter participado também do parecer favorável. Temos um grande respeito por essa corporação”.

Elson Marques/EMS - Editores / Foto: arquivo
 

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas