Empresários, profissionais e ambulantes pedem a reabertura do comércio em Foz


- Por: Redação 1

Empresários, profissionais e ambulantes pedem a reabertura do comércio em Foz
Aproximadamente 300 pessoas participaram da mobilização que começou em frente à Prefeitura

Empresários, profissionais de várias áreas e vendedores ambulantes promoveram, na manhã desta quarta-feira (03), uma manifestação em frente à Prefeitura contra o fechamento do comércio em Foz do Iguaçu. Eles alegam que seguem as orientações de segurança sanitária e defendem o direito de trabalhar. As medidas sanitárias, de enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19), seguem até segunda-feira (8).
A mobilização, conforme antecipou o GDia na terça-feira (2), teve início às 10h em frente à Prefeitura. As medidas restritivas, que impedem a abertura do comércio não essencial e determinam toque de recolher das 20h às 5h da manhã, entraram em vigor no dia 27 de fevereiro (sábado) e estão previstas em decretos estadual e municipal.
As medidas buscam conter o avanço da Covid-19 em Foz do Iguaçu e no Paraná. Os manifestantes cobraram do prefeito Chico Brasileiro, a emissão de novas medidas que afete menos o segmentos. “O que viemos aqui falar é que existem medidas menos agressivas que podem surgir efeito", ressaltou o empresário Lucas Morona Lopes. 
Além de medidas mais assertivas contra eventos clandestinos, cobram ainda melhoria do transporte coletivo onde, segundo eles, ocorrem muitas contaminações. "Reabre Foz. Todo trabalho é essencial", dizia cartaz de uma das manifestantes. "Reabre Foz", completava outra. 
Aproximadamente 300 pessoas participaram da mobilização. Após um período em frente à Prefeitura exibindo cartazes e gritando palavras de ordem, eles seguiram em passeata até a Avenida Brasil, para em seguida se posicionar em frente à Câmara de Vereadores.

Mobilização
Muitas pessoas usaram as redes sociais para emitir opinião sobre a manifestação e as medidas adotadas pelos governos do estado e município. "Acho que o prefeito deveria manter o funcionamento do comércio de foz, e mandar os fiscais verificar os estabelecimentos para ver se estão seguindo corretamente as normas sanitária", disse a internauta Lucy Berchyer Lucy.

Ronildo Pimentel / Foto: Roger Meireles

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas